about1

ROTEIRO NACIONAL PARA A ADAPTAÇÃO 2100

 

O projeto do Roteiro Nacional para a Adaptação 2100 – Avaliação da vulnerabilidade do território Português às alterações climáticas no século XXI (RNA 2100) pretende definir narrativas de evolução das vulnerabilidades e impactes das alterações climáticas, bem como a avaliação de necessidades de investimento para a adaptação e custos socioeconómicos de inação.

O RNA 2100 vem assim apoiar e responder a exercícios de política pública de adaptação às alterações climáticas nos vários níveis de intervenção territorial, sendo também apoiado por diversas iniciativas de divulgação de resultados, incluindo para o público em geral, tendo a ambição de se tornar um importante potenciador da educação e sensibilização para o tema da adaptação às alterações climáticas.

ATIVIDADES

Contribuir para a adaptação às alterações climáticas nos vários níveis de intervenção territorial
Apoio/Contribuição
2020-11-30
Conceder o seu contributo para determinar as necessidades financeiras.
Apoio/Contribuição
Apoiar as atividades da Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas (ENAAC 2020), a implementação e monitorização do Programa de Acão para a Adaptação às Alterações Climáticas (P-3AC)
Apoio/Contribuição
Apoiar a integração progressiva da adaptação às alterações climáticas na conceção de projetos de intervenção direta e indireta no território.

Notícias

O último relatório do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC) confirma como é “inequívoca” a mão humana por detrás da crise climática e quais os cenários em termos de impactos globais consoante o aumento das temperaturas globais. Eventos meteorológicos extremos, que tanto passam por chuvas torrenciais que alagam ruas e casas num ápice, como por intempéries que, cruzadas com marés vivas e a subida do nível médio do mar, acentuam galgamentos costeiros e a perda de território, ou ondas de calor que aumentam a mortalidade precoce, entre outros fenómenos, estão a bater-nos à porta. E estará Portugal — que esteve esta semana sob aviso “laranja” e “amarelo” em praticamente todos os distritos — a adaptar-se à velocidade certa?

 

 

O Ministro do Ambiente assiste esta quinta-feira (11/08), na Figueira da Foz, à apresentação dos resultados do “Estudo de viabilidade da transposição aluvionar das Barras de Aveiro e da Figueira da Foz”.

Trata-se de um sistema Bypass que procura garantir a transposição de sedimentos.

Financiado por:

logo EEA grants

Working together

Operador do programa:

logo Ambiente e Ação Climática

Promotor:

logo APA

Parceiros:

Logo Banco de Portugal

Logo dgTerritório

Logo DSB

Logo Universidade de Ciências de Lisboa

Logo IPMA

CONTACTOS

Quer colocar-nos uma questão?

Envie-nos uma mensagem através deste formulário. Ou poderá encontrar os nossos contactos aqui.

Seremos breves na resposta às suas questões.

Agência Portuguesa do Ambiente, I.P
Rua da Murgueira, 9 - Zambujal - Alfragide 2610-124 Amadora
21 472 82 00 21 471 90 74 logo